Yoga para crianças, um trabalho feito de surpresas

Mariana Wartchow é professora de Yoga da Escola Caminho do Meio. No relato a seguir, ela compartilha um pouco da fascinante experiência de lidar com a energia das crianças e suas inúmeras possibilidades.

“O Yoga é apresentado de uma forma bem lúdica para as crianças. Na Escola Caminho do Meio temos três turmas: Ênfase I, com crianças de 1 a 2 anos, Ênfase II, de 3 a 4 anos, e Ênfase III, de 4 a 6 anos. Comecei o ano planejando temas semelhantes para todas, apenas modificando a linguagem aplicada, a velocidade e a dificuldade das posturas.

Temos uma rotina de iniciar as aulas com uma música e a sequência chamada “saudação ao sol”, para a qual trago algumas variações em cada aula. Temos uma parte central, com histórias, jogos e imitações de animais, que levam à execução de diversas posturas de yoga. No final, costumamos cantar uma música que leva a uma postura de relaxamento, como olhar estrelas no céu. E realizamos uma prática meditativa com mantras, som de sinos, sempre focando no silêncio entre os episódios de som.

Trabalhar com crianças é algo único a cada dia: sempre surgem surpresas durante as aulas. Às vezes, eles parecem estar prestando pouca atenção, ou nem terem se envolvido com a história. Para minha surpresa, quando chego na semana seguinte eles lembram e pedem o mesmo trabalho de novo.

Em alguns dias, temos um grande envolvimento da turma, em outros isso simplesmente não acontece. Sempre tem que haver um olhar atento, percebendo o que os está envolvendo e trazendo outros elementos, mais ativos ou mais calmos, dependendo do dia e do momento.

A ideia é trazer movimentos e desafios corporais de acordo com cada fase, levando-os a desenvolver a observação, coordenação motora e equilíbrio. Além dos aspectos físicos, as atividades buscam desenvolver a memória, o silêncio e especialmente o reconhecimento das emoções. Pares de opostos são muito interessantes, por exemplo: trazer um movimento muito ativo e então o ficar estático, ou trazer o som e então o silêncio. Percebendo sentimentos opostos, como a coragem e o medo, a felicidade e a tristeza, entre outros, percebendo que todos eles fazem parte e não são positivos ou negativos, mas sim maneiras como experienciamos as situações.

Pensando de forma mais ampla, as aulas de yoga buscam trazer um contato maior com o próprio coração, com os sentimentos, trazendo um controle maior sobre o que fazemos e ensinando que podemos parar e olhar, em vez de reagir o tempo todo”.

.

3 comentários Adicione o seu

  1. Lorenzo Benevenutti disse:

    Que legal Mariana!! Parabéns pelo lindo trabalho! É muito feliz poder ver o Yoga sendo ensinado às crianças desde bem pequenas e ainda mais sendo inserido no curriculum da escola (Krishnamacharya salientava essa importância já em 1934, coincidência eu ter lido hoje mesmo no Yoga Makaranda p.84 =] ). Que esta iniciativa seja apoiada e seguida, e que outras escolas possam também perceber os benefícios do Yoga e incorporá-lo aos métodos tradicionais de ensino! Mais uma vez o CEBB brilhando! Grande abraço à você e à todo pessoal do Caminho do Meio.

  2. Cara Mariana,
    primeiro quero expressar minha admiração por seu trabalho, mesmo sem conhecê-la com mais proximidade.

    Sou de Paraty/RJ, praticante de Yoga a 15 anos, atualmente estou fazendo um curso de formação em instrutor de Yoga no Rio de Janeiro (Shiva Studio) e recentemente (setembro) comecei dar aulas de yoga para adultos e crianças na Escola Waldorf Quintal Magico em Paraty.

    Gostei muito do seu texto e do ritmo que deu as suas aulas. Tenho buscado textos e experiências com crianças, pois gostaria de aperfeiçoar este trabalho, especialmente porque tenho um filho de 4 anos. Nas aulas, venho fazendo algo semelhante, utilizando a figura dos animais x posturas, mas penso que ainda muito intuitivamente, tateando a vontade da criança em praticar e também observando minhas capacidades.

    Gostaria muito de um contato mais próximo e também de algumas orientações, se possível.
    Meus telefones seguem abaixo.

    Grata por lhe conhecer.
    Namastê!

    (24) 98284060 – 33718317
    grazacaro@gmail.com

  3. Ana Maria disse:

    Oi Mariana gostei do seu relato sobre sua didática com as crianças.Sou praticante estudante e professora de yoga e estou buscando referências e orientações sobre como dar aula de yoga para crianças.
    Gostaria de poder te contactar para trocarmos mais informações se possível.
    Grata, Ana Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *