Princípios para uma educação feliz – Sustentabilidade

Continuando a serie de postagens em comemoração ao mês das crianças, abordamos os princípios norteadores do projeto pedagógico da Escola Caminho do Meio: Integralidade, Diversidade, Conhecimento, Sustentabilidade, Criatividade e Sabedoria. 

Sustentabilidade

No presente contexto social e histórico, consideramos indispensável uma educação voltada à sustentabilidade, a partir da compreensão da interdependência entre todos os seres, elementos da natureza e processos sociais. A ciência contemporânea tem evidenciado uma percepção antiga: de que toda a vida humana no planeta é uma teia interconectada, num equilíbrio sutil, ao mesmo tempo prático e poético. Com o advento da era planetária e a globalização econômica, essas conexões amplas ficam ainda mais evidentes.

A Escola Caminho do Meio busca proporcionar o desenvolvimento dessa percepção ampla e complexa sobre os fenômenos, em consonância com o ritmo de desenvolvimento dos educandos. Entretanto, vemos como ponto central dessa aprendizagem a experiência significativa – não basta uma abordagem meramente intelectual. A inserção na natureza, a experiência do belo no mundo e o tempo da experimentação direta constituem-se como componentes importantes para o despontar de uma ética ambiental que surge como uma descoberta vivencial, livre e autônoma do próprio sujeito (CORNELL, 2005). Cabe à escola criar as condições que facilitem esse processo do aluno sobre si mesmo.

Aproveitamos a ampla área verde na qual a Escola se localiza para proporcionar essas condições às crianças. Buscamos ser uma Escola que pulsa o cotidiano no ritmo do pulsar da vida e dos ciclos naturais nos quais está inserida. A educação em contato direto com a natureza procura respeitar seus ciclos e ritmos, alinhar o tempo humano com o tempo natural, harmonizando o cotidiano com o ritmo solar diário, conhecendo e vivenciando as estações do ano, os ciclos lunares e a associação sócio-histórica dos ciclos culturais com os ciclos naturais, visível nas festas anuais do calendário cultural brasileiro.

A observação de cada um dos cinco elementos naturais – terra, água, fogo, ar e espaço –, ao ser feita de forma viva dentro e fora do nosso corpo, traz a experiência direta de sermos inseparáveis da natureza, oferecendo uma ecologia humana significativa e cultivando um pensamento científico que seja, ao mesmo tempo, ético e afetivo.

Buscamos articular atentamente, de maneira transversal e interdisciplinar, as diversas matérias curriculares por dentro de um cotidiano rico e alegre em atividades artísticas, investigativo-científicas, experimentais, culturais e de expressão, de maneira que as crianças entrem em contato com o conhecimento através de estratégias diversas, desenvolvendo globalmente suas competências e habilidades de forma significativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *